top of page
  • Foto do escritorElaine Colombo

Novos talentos do design na MADE

Designer Gian Castelli, apresenta três peças de sua coleção

Pela primeira vez, o designer Gian Castelli, à frente do estúdio de design homônimo “Castelli”, marca presença na MADE – Mercado Arte Design, que acontece de forma presencial entre os dias 1 e 5 de junho, no complexo do Pacaembu em São Paulo. Em sua 10ª edição, o designer participa com três peças que compõem a Coleção Nero. Banco Fuoco, Mesa Ansata e Banco Curvado Natura Bruta, sendo esse último da linha Enter The Void, novidade que passa a compor a coleção.



Castelli é uma marca de design fundada por Gian Castelli em 2021, baseada em São Paulo. Com tão pouco tempo de marca, Castelli busca expor sua linha estética que lhe encanta tanto: as formas brutalistas. Sempre movido pelo impacto, Gian vem aprimorando em transmitir algo para além do funcional, tornando assim, suas peças também esculturais. Trabalhando o minimalismo nas estruturas e o brutalismo nas formas, Gian expõe seu caminho de design na escolha dos materiais, nas suas linhas retas e curvas, e na técnica usada na maioria de suas peças de carbonização da madeira.

A cor preta sempre atraiu o olhar de Gian, e isso é muito claro em seu trabalho. Por ter uma ligação muito forte com o mar, descobriu que a técnica japonesa Shou Sugi Ban era utilizada para tornar os móveis mais resistentes à maresia. Assim, unindo suas paixões: a cultura, arquitetura e design japoneses, o mar e o preto, Gian vem traçando sua forte comunicação por meio de suas peças. Cada uma é feita por mãos de mestres artesãos junto com Gian, uma a uma. E é por isso que cada peça é única, com variações e irregularidades particulares individuais.




A escolha da madeira também tem sua história. Castelli usa a madeira Cumaru, porque além de ser uma das maiores árvores da Amazônia, está incorporada às tradições das tribos indígenas do Brasil, em rituais milenares: das cinzas de tal árvore, os indígenas fazem o rapé. Além disso, vale ressaltar que toda madeira utilizada em seu trabalho é certificada e nenhum de seus processos de finalização afetam o meio ambiente. Atento a tudo, Gian acredita que na mistura de culturas e processos, no permear das formas da natureza e no caos metropolitano, seu trabalho cria uma identidade que transmite seu olhar envolvido e compenetrado no belo.


Informações: Jucelini Vilela/ Assessoria Gian Castelli

Comments


bottom of page